Dicas e Turismo

Washington DC

Conhecemos a cidade de Washington DC em Outubro de 2013 em nossa primeira viagem aos Estados Unidos. E confesso que não poderia existir pior momento para isso pois, logo em nosso primeiro dia inteiro na cidade, vivemos algo que não acontecia no país desde 1995, o fatídico Shutdown. Uma paralisação de serviços públicos ligados principalmente ao turismo onde funcionários de museus foram forçados a tirar férias por falta de verba aprovada para pagamento de seus salários e monumentos fechados por paralisação em seus serviços de manutenção e segurança.

Enfim, em uma cidade onde o que você mais tem a fazer é visitar museus e monumentos que são 90% públicos, vimos o nosso planejado roteiro ir por água abaixo.

Mas nem tudo foi perdido. Tenhamos na cidade apenas 2 dias inteiros e já sabíamos que não seria possível conhecer tudo o que a partir do dia 1º de Outubro ficou paralisado. Os dias também estavam lindos e por sorte, existiam muitos lugares ao ar livre para conhecer.

Falaremos um pouco da cidade abaixo e em seguida, publicaremos um post sobre Roteiro de Washington, misturando o planejado ao que realmente fizemos, rs.

Washington_1
Onde fica

Para quem não sabe, existem duas “Washingtons” nos Estados Unidos. Uma delas é parte integrante dos 50 estados do país e encontra-se na região noroeste, próximo a Oregon e Montana, cuja capital é Olympia e a maior cidade, Seattle. Ela não tem nada a ver com Washington DC.

Essa outra, a que visitamos e todos visitam é na verdade um distrito. Como o próprio nome diz, Distrito de Columbia (District of Columbia) e é também a capital dos Estados Unidos.

Washington_2
Como chegar

Se partir do Brasil, você tem praticamente 3 opções de aeroportos para chegar à cidade: Baltimore (BWI), o mais distante (55 min de carro); Dulles International (IAD) a cerca de 40 min de carro; e o último e mais próximo do centro da cidade (15 min de carro), Ronald Reagan Airport (DCA).

Esse último foi o que utilizamos e o mais interessante é que existe uma estação de metrô dentro de um dos terminais do aeroporto. Ao desembarcar é só seguir até a estação, pegar o metrô e fazer seu trajeto até o hotel.

Caso já esteja nos Estados Unidos e quiser saber de outras opções de transporte, que não o avião, sugiro que veja a possibilidade de realizar o percurso em trem com a empresa Amtrak ou em ônibus rodoviário (ótimo para o trajeto Nova York – Washington) com empresas como Peter Pan, Mega Bus e Greyhound.

Washington_3
Quando ir

A não ser que seu objetivo seja justamente ver a neve, visitar qualquer cidade do mundo onde o inverno acontece de forma rigorosa, não é muito recomendável.

Particularmente opto sempre por estações intermediárias como a primavera e o outono por terem temperaturas mais amenas e menos fluxo de turistas.

Estivemos em Washington no outono e devo dizer que estava quente. Estávamos usando sempre mangas curtas e o sol brilhou esses dois dias.

A primavera também tem seus encantos. Apesar de não termos vivenciado essa experiência, é nessa estação que acontece o famoso Festival Nacional Cherry Blossom. Onde as árvores de cerejeira vindas do Japão anos atrás e plantadas em Washington DC florescem e dão um toque todo especial à cidade. Consulte o site do National Cherry Blossom Festival para saber o calendário.

Washington_4
Como se locomover

Sim, existem taxis e ônibus coletivos na cidade de Washington DC, porém, o meio de transporte que mais utilizamos para circular pela cidade foi o metrô.

A malha do metrô serve grande parte da cidade e leva você até as proximidades de grande parte dos atrativos. O esquema de utilização é muito parecido ao metrô de São Paulo: existem catracas para entrada nas estações (com bilheterias ou distribuidores eletrônicos ao lado), as linhas são classificadas por cores, as plataformas são definidas por destinos das linhas para que você encontre o sentido em que deve seguir e as estações não funcionam 24h.

Um detalhe importante a se saber é que o valor da viagem é calculado com base na distância percorrida entre sua origem e destino e se a viagem será realizada em horário de pico ou não. Para economizar, sugiro que, como nós, adquira o cartão SmarTrip. Com ele você chega a economizar 1 dólar por compra, pois todo bilhete comprado na bilheteria (em papel) tem um custo adicional por ser “em papel”. Com o cartão, você deixa de pagar esse valor a mais.

Para saber mais sobre o metrô e o Smartrip, acesse o site do metrô em Washington DC.

Existe ainda os tours sightseen a bordo de ônibus de dois andares que percorrem alguns circuitos pré definidos, onde é possível subir e descer onde você quiser. Como estava rolando o shutdown, foi perfeito como opção de passeio. Se quiserem saber detalhes, veja nosso post sobre Um passeio panorâmico por Washington.

Washington_5
Onde ficar

Uma região muito recomendada para se hospedar em Washington DC é a área de Dupont Circle. Lá você encontra estação de metrô próxima, restaurantes, além de ser uma parte aconchegante e de certa forma, um pouco movimentada da cidade.

Em nosso caso, vasculhando o site da Priceline e com a ajuda da amiga Claudia do Blog Aprendiz de Viajante, fechamos um ótimo hotel por um excelente preço.

Ficamos hospedados no Washington Marriott Wardman Park, exatamente em frente a estação de metrô Woodley Park-Zoo Metro Station. Um ótimo hotel, excelente localização e através do Express Deals, uma forma promocional do Priceline oferecer descontos nos hotéis, conseguimos um preço embatível.

Logo mais escreveremos um post só sobre o hotel e também sobre o funcionamento do Express Deals.

Washington_6
O que ver e fazer

Como disse antes, monumentos e museus públicos preenchem o roteiro de qualquer turista que está planejando conhecer a cidade. Mas com esse shutdown, tivemos tempo para conhecer uma outra parte que nos agradou e muito.

Abaixo citarei os locais que visitamos e os que apesar de não ter sido possível conhecer, é importante que saibam sobre eles.

National Mall

O principal atrativo da cidade!

É uma espécie de alameda, passeio, calçadão localizado no centro da cidade e rodeado pelos mais importantes museus de Washington e do país. Em uma das pontas encontra-se o Capitólio, na outra o Memorial de Lincoln e ao centro, o majestoso obelisco, que quando lá estivemos, estava sendo reformado.

Capitólio

Tão majestoso e intrigante quando o jogo de poder que se desenrola dentro de suas protegidas paredes, esse importante atrativo da cidade é a sede do congresso nacional, o centro legislativo do governo dos Estados Unidos.

A cúpula ao centro separa fisicamente a ala do edifício que abriga o Senado e a ala que abriga a Câmara dos Representantes.

Obelisco

Localizado nos Jardins da Constituição, no centro do National Mall, o obelisco (também chamado de Monumento a Washington), foi construído como um monumento a George Washington.

À sua frente, entre ele e o Memorial de Lincoln, encontra-se o Espelho D’Àgua. Se assistiu ao filme Forrest Gump, vai se lembrar da cena em que Jenny atravessa o espelho para encontrar Forrest durante uma manifestação.

Casa Branca

A residencia oficial do presidente dos Estados Unidos. Encontra-se entre a Avenida da Constituição e a Avenida Pennsylvania.

Diz a lenda que é possível fazer uma visita guiada interna. E o turista estrangeiro que a desejar fazer, deve realizar contato com a sua embaixada em Washington para auxiliar no processo.

Via e-mail contatei a embaixada brasileira que me informou que essa visita está suspensa por tempo indeterminado há mais de um ano e por razões que a própria embaixada desconhece.

Museus

Grande parte dos turistas que visitam Washington, procuram aproveitar para conhecer os famosos museus. Muitos deles encontram-se ao redor do National Mall ou próximos a ele.

Dentre eles, o mais famoso é o Museu Aeroespacial seguido por Museu de Arte Americana, Museu de História Natural, Instituto Smithsoniano, Newseum, Galeria Nacional de Arte, Museu do Indio Americano, Museu em Memória ao Holocausto e outros.

Grande parte deles tem entrada gratuita, a não ser os de administração privada como o Museu do Crime e o Museu do Espião.

Memoriais

Outra riqueza da cidade são os inúmeros memoriais que existem por lá homenageando a uma série de importantes personagens que marcaram a história do país.

O mais conhecido memorial é o de Abraham Lincoln, mas existem outros tantos como Memorial da II Guerra Mundial, Memorial de Albert Einstein, Memorial da Guerra do Vietnam, e da Guerra da Coréia.

Próximo a Tidal Basin, estão ainda o Memorial de Martin Luther King Jr. e Memorial de Franklin Roosevelt.

Cemitério de Arlington

Além de ser o cemitério militar mais importante do país, possui dentro dele um memorial em homenagem aos homens de guerra. Ele encontra-se do outro lado do Rio Potomac. Próximo a ele existe a estação de metrô Arlington Cemetery Metro.

Aqui estão enterrados militares e seus familiares, além de importantes personagens que fizeram parte da história americana como veteranos da Revolução Americana, astronautas e o próprio Presidente John Kennedy.

Pentágono

O famoso prédio de 5 lados tão falado em filmes de espionagem também encontra-se próximo ao cemitério. Uma estação de metrô também dá acesso às proximidades do edifício, a Pentagon Metro Station.

Assim que chegar a essa área, fotos serão permitidas apenas na parte destinada ao Memorial 9/11, todo o resto, não.

Ainda aqui, uma lenda diz que é possível realizar uma visita interna. A solicitação é feita no próprio site do Pentágono, e eles enviam a confirmação via e-mail. Solicitei a minha 2 meses antes de minha chegada, mas a confirmação nunca chegou.

Union Station

A principal estação ferroviária e rodoviária de Washington. Encontra-se relativamente próxima a região onde está o Capitólio.

No nível térreo você encontrará lojas de souvenirs e roupas. No subsolo, uma porção de restaurantes. E na parte externa, lugar para alugar bikes e pontos de onde saem os tours panorâmicos.

Georgetown

Definitivamente o bairro mais encantador que conhecemos em Washington. Suas principais avenidas são Wisconsin Ave e Main Street que (não sei se todos os meses do ano) estavam todas enfeitadas com lindas flores rosas.

As ruas mais adjacentes guardam as típicas casas de subúrbio da cidade. Uma arquitetura simples e encantadora. Com o sightseen conseguimos observar bem essas casas até chegar ao centro do bairro.

É considerado ainda um ótimo local de compras (tem uma Apple Store aqui) e se tiver um tempo, caminhe até o Georgetown Waterfront Park. Uma espécie de Pier às margens do Rio Potomac com restaurantes e hotéis próximos.

Chinatown

Não é como a Chinatown de Nova York, mas tem seus encantos. Para chegar a ela, desça na estação Gallery Place Chinatown Metro e confira os restaurantes chineses da região. O portal da Chinatown encontra-se na H Street NW com a 7th Street NW.

Dupont Circle

Uma histórica e agradável região da cidade onde é possível encontrar bares, restaurantes e encantadoras casas geminadas, cujas construções datam de antes do ano 1900, e onde muitas hoje sediam instituições e embaixadas.

O nome se deve ao fato do bairro ter se desenvolvido ao redor de uma rotatória, que guarda um pequeno e agradável parque dentro dela. A Dupont Circle Metro Station é a estação mais próxima para quem quiser conhecer o bairro.

Washington_7
Onde comer

Se seu hotel não oferece café da manhã ou o faz a um preço abusivo, minha sugestão é que façam essa primeira refeição do dia na Union Station. Logo no piso térreo encontrará o Au Bon Pain com ótimas opções para seu café da manhã, principalmente para quem não está muito a fim de comer ovos e bacon logo cedo.

Outra opção, para um jantar, são os deliciosos hambúrgueres do Fuddruckers. Fomos em um que encontra-se próximo a Chinatown, na H Street NW com a 7th Street NW.

Washington_8
Dicas

Se possível, reserve uma das noites para ver lugares como o Capitólio e o Memorial da Segunda Guerra à noite. As luzes dão um charme a mais a esses atrativos. E não se esqueçam do tripé para tirar as fotos!

Antes de entrar em cada um dos museus (se é que isso é possível de fazer em apenas uma viagem), sugiro que alugue uma bicicleta e percorra todo o National Mall antes de explorá-lo mais detalhadamente.

Links externos

www.capitalregionusa.com.br


Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

twitter

Me on Google+