Dicas e Turismo

Roteiro de Aruba

No final do mês de julho de 2014, fomos visitar uma região que ainda não conhecíamos. Realizamos pela primeira vez uma viagem para o Caribe. E se vocês acompanharam nossos posts anteriores, já sabem que a ilha do Caribe escolhida para essas nossas mini férias, foi a Ilha de Aruba.

Contando o dia em que chegamos e partimos de Aruba, ficamos no destino por 9 dias. Confesso que você poderia conhecer Aruba em menos dias, mas estávamos precisando de um bom descanso, portanto, optamos por uma viagem bem tranqüila, com mais dias do que o necessário para conhecer a ilha e também ficar de pernas para o ar em alguns momentos.

Acredito que 6 dias de viagem sejam o suficientes para conhecer Aruba, caso você não tenha muita disponibilidade de tempo. Seriam 2 dias em trânsito e 4 dias inteiros para aproveitar as praias e os atrativos de lá.

Se quiser saber mais informações e dicas sobre Aruba, leia nosso post sobre o destino, aqui – Aruba.

Veja abaixo um pouco de como passamos os nossos dias por lá. Acho que foi o roteiro mais sussa que já fizemos em nossos anos de andanças e viagens pelo mundo!

Roteiro de Aruba Dia 1
1º Dia (De São Paulo para Aruba)

Embarcamos em São Paulo, no aeroporto de Guarulhos no dia 23 de julho, por volta das 8h da manhã. Voamos pela companhia aérea Avianca de Guarulhos até Bogotá (capital da Colômbia), Aeroporto Internacional El Dorado e depois, pegamos o voo para Aruba.

De São Paulo para Bogotá levamos 6h de voo. E de Bogotá para Aruba, mais 2h.

Chegamos em Aruba e desembarcamos no único aeroporto da ilha, Aeroporto Internacional Rainha Beatrix (AUA). O aeroporto não é tão grande, então não tenha medo de se perder.

Como tínhamos alugado em carro com a Mobility aqui no Brasil, assim que desembarcamos fomos retirá-lo. Foi incrivelmente fácil de achar o lugar certo. Assim que você sair do aeroporto pela área de desembarque, do outro lado da rua onde os carros param para embarque e desembarque de passageiros, verá uma série de casinhas (quiosques) enfileirados, cada um representando uma locadora de carro. Aliás, se não alugou no Brasil, não tem problema. Duvido que uma dessas locadoras não terá um carro para você.

Assim que pegamos nosso carrinho, partimos para o hotel em que ficamos, o Holiday Inn Aruba resort, para fazer o nosso check-in.

Check-in feito e senha da wi-fi (#gratuita) nas mãos, fomos conhecer o nosso quarto, deixar as bagagens, dar uma xeretada na área de recreação do hotel e sair para comer algo à pé, mesmo. Do outro lado da calçada do resort, você encontra uma série de lojas e restaurantes.

Alimentados, retornamos ao hotel para dormir e nos preparar para o dia seguinte. Nosso primeiro dia em Aruba!

Roteiro de Aruba Dia 2
2º Dia (Eagle Beach, cruzeiro com snorkel e comida mexicana)

Começamos nosso primeiro dia nessa ilha paradisíaca do Caribe saboreando o farto café da manhã do Holiday Inn. É claro que além do típico café continental, aquele que estamos acostumados a comer no Brasil, eles tinham também o típico café dos norte-americanos.

Eu, grande entusiasta de bacon, não perdi tempo. Enchi meu prato de omelete (vegetariano, tá?), batatinhas fritas, bacon (nada vegetariano) e um croissant intruso que não combinava muito com a linha de raciocínio do prato, nas como não gosto de exclusão, inseri ele no meu programa “gordura nas férias está liberado”!

Barriga mais do que cheia, partimos para conhecer o primeiro atrativo de Aruba. Fomos para a praia de Eagle Beach, a praia ao lado de onde estávamos hospedados, a Palm Beach.

Essa foi uma das praias mais bonitas e fáceis de ficar de Aruba. Aqui a faixa de areia é grande, as cadeiras dos hotéis não ocupam toda a praia e tem sempre lugar para você colocar a sua canga. Se quiser usufruir da estrutura, existem alguns moradores que trabalham lá alugando cadeiras e guarda sol. Alguns pertencem inclusive aos hotéis e dão direito até a tomar uma ducha de água doce. Nós alugamos em frente ao hotel Paradise Beach Villas e gastamos 15 dólares por 2 espreguiçadeiras e 1 guarda sol.

Passamos algumas horas por ali até chegar o momento de retornar a Palm Beach, pois tínhamos um tour marcado com a Pelican Adventures às 14h.

Deixamos o carro no estacionamento do Holiday Inn e seguimos para o ponto de encontro do tour. Convenientemente, o ponto de encontro era no Pier da Pelican Adventure, que por sua vez, encontra-se na mesma área da praia ocupada pelas cadeiras do Holiday Inn. Nesse pier existe um posto de atendimento dessa empresa, para que você contrate também os tours, além de um descontraído bar (para happy hours e lanches) e um restaurante (para almoços e jantares).

Partimos então por volta das 14h desse pier, em um catamarã para fazer nosso cruzeiro com 2 paradas para praticar snorkel. Se quiser saber os detalhes desse nosso passeio, acesse nosso post sobre o nosso Tour em Aruba com Snorkel. Retornamos ao pier por volta das 17h e seguimos para o hotel.

Banho tomado e já arrumados, saímos para jantar. A opção daquela noite foi em um restaurante mexicano delicioso e nada caro. Fomos ao Salt & Pepper, a poucos passos do Holiday Inn. Eu pedi um prato com tapas (gigante, não aguentei comer tudo) por cerca de 6 dólares e o Franco, um suculento hambúrguer acompanhado de batatas fritas, por cerca de 10 dólares.

Um bom jantar e a preço razoável. Se quiser saber mais sobre esse restaurante, bem como dar uma olhada em seu menu e preços, acesse o site do restaurante Salt & Pepper Aruba.

Roteiro de Aruba Dia 3
3º Dia (Super Food, Farol California, Arashi Beach, Malmok Beach e Cruzeio com o Por-do-sol)

Como todo bom brasileiro que vai à praia farofar, no terceiro dia acordamos pela manhã e seguimos para o Supper Food. Um supermercado bem completo localizado em um dos lados da L.G. Smith Boulevard / Sasaki Weg. Está bem próximo à altura da Eagle Beach e Amsterdam Manor Beach Resort.

Aqui compramos alguns queijos já cortados, bolachas, salgadinhos, refrigerante, água, frutas cortadas e é claro… um isopor! Como disse antes, alguns hotéis oferecem de forma gratuita, maquinas de gelo para aqueles que querem encher seu isopor.

Com os suprimentos preparados no carro, seguimos para o primeiro ponto de parada do nosso roteiro, naquele dia.

Nossa primeira parada seria o Farol Califórnia (California Lighthouse), localizado a noroeste da ilha de Aruba e próximo a praia Arashi Beach. Esse farol recebeu o nome de um navio que naufragou na região por volta de 1891. Dizem que antes ele era aberto ao público. Mas após a ocorrência de um suicídio, o acesso foi restrito pelas autoridades.

Aqui existe um espaço bem amplo e descampado para estacionar o carro e tirar algumas fotos. Encontramos uma barraquinha vendendo água de coco e um restaurante chamado La Trattoria El Faro Blanco, de cozinha italiana e com uma incrível vista para o mar. O acesso ao restaurante deve ser feito de carro ou taxi. Mas no caso de optar por um taxi, chegar ao local não será um problema, mas acredito que conseguir um taxi para voltar, será mais difícil, já que esse local não é dos mais movimentados da ilha.

Logo após essa visita (e fotos) seguimos para a Arashi Beach. A faixa de areia, para você tomar sol, não é muito grande. Então, imagino que em alta temporada é bom chegar mais cedo. Apesar de não termos encontrado tantas pessoas assim quando lá estivemos, no final de julho de 2014.

O grande problema é que aqui você não encontra muitos quiosques para se proteger do sol. Nós tivemos sorte de encontrar a sombra de uma palmeira disponível. Estendemos a canga por lá, e passamos algumas horas ali, apreciando um lindo mar (de tombo) à nossa frente.

Em seguida, voltamos ao carro e seguimos para a praia ao lado, Malmok Beach (entre uma praia e outra, está Boca Catalina, que você verá caso faça também o passeio de snorkel).

Essa praia, que leva o nome de uma área residencial a qual está próxima, é na realidade uma quase imperceptível faixa de areia que surge interrompendo um tipo de terraço de calcário. Não ficamos muito tempo por aqui. Apenas tiramos algumas fotos e passeamos por essa plataforma de calcário que por vezes apresentava em suas formas marcas fossilizadas de conchas e plantas marinhas. Bem interessante! Achamos também algumas conchas gigantes por aqui.

Feito esse passeio, voltamos para o hotel, descansamos um pouco, pois às 17:30h iniciaria nosso segundo cruzeiro com a Pellicans Adventure: o Havana’s Sunset Cruise.

Esse tour partiu do Pellican Pier, também ao lado do nosso hotel e durou cerca de 2 horas. Navegamos, comemos e bebemos muito rum e mojitos ao longo do passeio, cantamos e dançamos até acontecer o espetáculo do por-do-sol. O sol se pôs no horizonte onde o céu toca no mágico mar do Caribe. Foi simplesmente lindo.

Se quiser saber mais detalhes sobre esse tour, leia nosso post – Cruzeiro em Aruba com o por-do-sol.

Nessa noite, como os mojitos foram muitos, assim que pisamos em terra, fomos para o hotel e desmaiamos. :)

Roteiro de Aruba Dia 4
4º Dia (Oranjestad, Mangel Halto e Baby Beach)

Reservamos a manhã do quarto dia para conhecer a capital da ilha, a região de Oranjestad. Você vai perceber que assim que começar a se aproximar dela (se partir de Palm Beach), de um lado terá o porto de depósitos de conteneurs de um lado e galpões comerciais do outro.

E ao chegar ao centro, verá lojas e centros comerciais (não são muitos) por ali. Aproveitamos para conhecer o Renaissance Mall, algumas lojas da rua e tirar umas fotos no famoso letreiro da cidade.
Em seguida, partimos para a parte sul da ilha para conhecer outras praias.

A caminho de Mangel Halto, às margens da rua Pos Chikito, encontramos algumas lindas paisagens de um mar com uma cor impressionante. Parecia até uma cor fluorescente. Tiramos algumas lindas fotos por aqui.

Depois seguimos para Mangel Halto. Uma praia que possui duas entradas. Uma através de uma plataforma às margens da rua Spaans Lagoenweg e outra, por um mangue, cujo acesso se dá por meio dessa mesma rua.

Na parte do mangue você encontra alguns quiosques onde, mais a população local estava fazendo seu churrasco. Mais à frente a fixa de areia se abre em uma área maior para tomar um bom banho de sol. De uma forma geral, as águas são rasas. E para chegar a parte mais funda, precisa dar uns bons passos em direção ao mar.

Você vai preceder alguns peixes bem pequenos e quase transparentes nadando em grupo nas águas rasas, principalmente próximo ao mangue. Essa parada durou apenas alguns minutos, pois o que queríamos mesmo, era passar o resto do dia em Baby Beach.

Foi lá que chegamos após mais uns minutos rodando de carro. E no caminho você vai perceber que irá cortar uma parte mais simples e popular da ilha: San Nicolás. A impressão que tivemos é que aqui morava grande parte dos trabalhadores da ilha e foi também perceptível uma divisão racial. A população afro descendente da ilha localiza-se mais nessa região.

Nós ficamos verdadeiramente encantados com Baby Beach. Foi sem dúvida a praia que mais gostamos e que mais aproveitamos.

A faixa de areia é grande, com estruturas para alugar cabines de proteção do sol, também tinham algumas árvores sensacionais para colocar a canga embaixo. Em uma das pontas existia um tipo de restaurante que oferecia bebidas e algumas refeições e também um lugar que alugava equipamentos para praticar snorkel, algo que você não pode deixar de fazer por aqui. A quantidade de peixes que você pode ver é impressionante.

Ficamos aqui até o final da tarde e antes de retornar ao hotel, demos uma espiada na Rodger’s Beach que fica ao lado da Baby. Sinceramente não gostamos muito do visual. De um lado está a refinaria Velero e do outro, uma ponta com uma pequena plataforma de barcos. Era mais tranquila, mas nada bonita.

Roteiro de Aruba Dia 5
5º Dia (Arikok Park, Goldmine, Natural Bridge. Cavernas e Baby Beach)

Esse foi um dia de grandes aventuras! Primeiro fomos ao Arikok Park, inseguros se conseguiríamos percorrer as trilhas com um carro normal ou não. Pois existem algumas rotas que só podem ser feitas em 4×4.

Levamos cerca de 30 min para chegar até o parque, que encontra-se na região de Santa Cruz. O trajeto foi realizado utilizando as vias do centro da ilha.

Assim que passamos a entrada principal do parque, paramos o carro e entramos no centro de recepção ao visitante. Aqui compramos os nossos ingresso, tiramos nossas dúvidas e recebemos um precioso mapa dizendo onde podíamos trafegar com carro convencional. Percebemos que a Natural Pool estava fora de nossa rota viável.

Dessa forma, nosso roteiro no parque foi: Gold Mine, Natural Bridge, Boca Prins, cavernas Guadirikiri e Fontein, turbinas geradoras de energia eólica.

Seguindo esse roteiro, você chega ao final do parque que estará a poucos minutos da Baby Beach. Aproveitamos a “deixa” para passar o resto do dia nessa praia que tanto gostamos.

Apenas para citar a outra aventura, nesse mesmo dia, assim que deixamos a Baby Beach e seguimos para o bolsão de areia onde deixamos estacionado nosso carro, percebemos que o mesmo estava com o pneu furado. E então começou a nossa corrida contra o tempo para trocar o pneu antes de escurecer, pois notamos que ali não tinha iluminação!!!

Mas tudo correu bem e quando menos esperamos, já estávamos em nosso hotel.

Essa noite aproveitamos também para conhecer uma das baladas de Aruba, a Gusto que fica no The Village Mall, bem perto do nosso hotel em Palm Beach. Uma balada mais eletrônica, mas não tão pesada.

Roteiro de Aruba Dia 6
6º Dia (Parasailing, jet ski em Eagle Beach, Palm Beach)

O sexto dia em Aruba foi reservado para praticar algumas atividades mais radicais. No dia anterior, em frente ao hotel em que estávamos, negociamos com um senhor um passeio de parasailing. Ele tem um “escritório na paia”, uma barraca na faixa de areia, onde vende algumas atividades e passeios para turistas.

Saímos por volta das 11h em uma lancha, junto com outros dois casais. Quando estávamos afastados da praia, a aventura começou. A tripulação composta por dois homens (um conduzia a lancha e o outro arrumava o equipamento de voo) nos arrumou para fazer o nosso voo.

Foi uma experiência fantástica e que deu muito frio na barriga! Mas acho que isso aqui merece um post próprio, portanto, logo mais faremos um post detalhado sobre Parasailing em Aruba.

Depois do parasailing, partimos para Eagle Beach onde andaríamos pela primeira vez em jet ski. Aproveitamos antes para tirar umas fotos das típicas árvores de Aruba, as divi-divi e depois passamos cerca de 45 minutos nos aventurando em jet ski. Foi uma atividade bem legal, também!

Retornamos ao hotel e passamos o resto da tarde na praia de Palm Beach. Vimos também o por-do-sol na paia em frente ao hotel antes de sairmos para jantar.

O restaurante escolhido para essa noite foi um que era sempre disputado por turistas, o Smokey Joe’s. Um restaurante cuja especialidade eram as ribes, as costelinhas defumadas.

Depois, demos uma passada no Paseo Herencia. Tem uma fonte por lá onde, à noite, elas fazem um show dançante e de luzes. Muito bonito.

Roteiro de Aruba Dia 7
7º Dia (Manchebo Beach, Oranjestad, Stand up paddle e sofá flutuante)

Nesse dia, tínhamos que voltar à Oranjestad para visitar uma loja que vendia acessórios para bike (adivinhem quem é que queria fazer essa visita??? Claro que era o Franco, rs!). Mas antes de chegar ao centro da ilha, passamos por uma praia que ainda não tínhamos visto, a Manchebo Beach.

Se seguir a via principal de Eagle Beach, e entrar na rua que leva à faixa de areia ao lado do Alhambra Casino, vai ver de um lado a Manchebo Beach e do outro a Divi Beach.

Após essa rápida visita, partimos para Oranjestad. E além de ver a loja de acessórios de bike, conhecemos também uma via interna da capital. Um tipo de rua feita apenas para pedestres, com comércio de ambos os lados e por onde passa um bondinho turístico da ilha, chamada Caya G. F. Beico Croes.

Retornamos então ao nosso hotel, onde próximo a sua faixa de areia, também em uma outra barraquinha, alugamos uma prancha para fazer o tal do stand up paddle. Uma atividade que parecia ser muuuito fácil, mas se revelou um desafio para nós. Nos divertimos muito com os tombos que levamos… rsrs.

Nessa noite, visitamos também um quiosque/balada pé na areia de Palm Beach, o Moomba Beach Bar. Ficamos um pouquinho, experimentamos umas bebidas e dançamos um pouco para comemorar a última noite na fantástica ilha de Aruba.

Roteiro de Aruba Dia 8
8º Dia (joboiando no resort, Señor Frogs)

Esse foi o nosso último dia em Aruba. Aproveitamos para conhecer melhor a praia de Palm Beach e usufruir das piscinas e espreguiçadeiras do hotel.

Nesse mesmo dia, à noite, conhecemos outra balada em Aruba, o famoso bar Señor Frogs. Uma balada onde tocavam mais músicas latinas e com muita diversão. Adoramos!

9º Dia (De Aruba para São Paulo)

Nosso voo de retorno aconteceria apenas à tarde. Então, arrumamos nossas coisas, deixamos no carro que estava no estacionamento do hotel e fizemos o check out. Ficamos ali ainda, próximos à piscina, até o horário do almoço.

Almoçamos em Oranjestad e depois seguimos para o aeroporto de Aruba onde pegamos nosso voo para Bogotá e em seguida, um próximo para São Paulo.

E assim terminaram esses dias fantásticos em Aruba!

Esse é um roteiro, como podem ver, bem tranquilo, em que é possível conhecer quase toda a ilha e ainda assim descansar bastante. Esperamos que gostem e que sirva de inspiração para você planejar a sua viagem para Aruba e seu roteiro de Aruba!


Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

hoteis-booking





pesquise hotéis

pesquise passagens

videos

onde fica

    veja também

  1. Onde ficar em Aruba
  2. Sobre Aruba
  3. Roteiro de Miami
  4. Aruba
  5. Promoção Marriott Resort Credit

twitter

Me on Google+