Dicas e Turismo

Red Light District, Amsterdam

Convenhamos que quando se pensa em Amsterdam, uma das dicas ou sugestões mais recorrentes na internet é o famoso Bairro da luz Vermelha ou o chamado Red Light District.

Dica, essa, que atrai principalmente os turistas do sexo masculino, sejam eles jovens, adultos ou mais experientes.

Todos querem passar pelo menos uma vez pelas ruas cheias de vitrines com belas modelos, e outras nem tão belas assim rsrs, vivas e à venda.

Red Light District 2

Isso mesmo, porque aqui, a prostituição é considerada uma profissão e portanto é legalizada não só em Amsterdam, mas em toda a Holanda.

Red Light District 4

As prostitutas tem garantido pelo governo holandês assistência médica, direitos trabalhistas e também a fiscalização para boas condições de trabalho.

Mas as ofertas desse bairro não se restringem às famosas vitrines, existem também casas de shows, peep shows, cabines para assistir filmes, sex shops, cinema erótico, teatro para adultos e até um museu do sexo além de outros tipos de diversão que vão além de sua imaginação.

Red Light District 5

Quando visitei o bairro, entrei para assistir a um show em uma dessas casas. Paguei cerca de 50€ o casal, com direito a 2 drinks cada um durante o show.

Este, tinha a duração de 45min e a programação consistia em 2 strip teases, 1 banana show e 1 casal se “apresentando”.

O lance é que a coisa não era tão sexual, tinham famílias assistindo ao show, casais mais velhos e algumas partes eram bem engraçadas, pois eles interagiam com a platéia.

História

A fama do Red Light District foi criada à partir do século XIII, quando marinheiros e piratas que chegavam cansados de suas viagens, passavam por lá e as famosas e belas donzelas que ali estavam, ofereciam-se para curar esse cansaço.

E seu nome foi dado porque nesse período os estabelecimentos/bordéis ali presentes eram iluminados por lampiões de luzes vermelhas.

Onde

O bairro fica bem próximo ao centro histórico de Amsterdam e o ponto de maior oferta está na rua Oudezijds Achterburgwal entre as ruas Gordijnensteeg e Korte Stormsteeg.

Red Light District 1

DICAS

- Apesar do constante policiamento e presença de seguranças particulares contratados pelas prostitutas, Vale estar atento e não deixar bolsas abertas e carteiras à mostra.

Não se assuste, não é um bairro perigoso como muitos dizem, mas nunca é demais prestar atenção às suas coisas.

- Não tire fotos ou faça filmes dessas donzelas, nem elas e nem seus seguranças vão gostar disso.

Já ouvi casos em que tiraram as máquinas dos turistas, jogaram nos canais ou, se tiver sorte, fizeram apenas apagar as fotos.

- Se alguém te oferecer drogas por ali, não compre. Entre em um coffee shop e faça o que tem que fazer lá dentro de forma segura e tolerada.

Red Light District 3

Curiosidade

Existe uma lista de outros Red Light Districts no mundo, não tão legalizados assim. Caso vocês tenham curiosidade de saber quais são eles veja aqui a lista de RLDs.

E adivinha só, temos um em São Paulo também. Já sabe qual é?

Isso mesmo, nossa famosa Rua Augusta, rsrs.

Links externos

www.iamsterdam.com
www.moulinrougeamsterdam.nl

passagem Veja aqui vôos para Amsterdam.

hotel Veja aqui hotéis em Amsterdam.


3 Comentarios

Gostei de conhecer o bairro em Amsterdan….Como ponto turistico eh interessante….nunca tinha visto mulheres na vitrine….. ja tinha ouvido falar e nao fazia ideia como era…. valeu.

Feito por Silvia Braga — 28 de julho de 2013 @ 00:54



Pra quem não pode ir para a Europa eu recomendo em Campinas SP o bairro Itatinga. É a maior zona da América Latina. São varias ruas com dezenas de casas de prostituição para todos os gostos e bolsos.

Feito por Marcelo Matiello — 15 de novembro de 2013 @ 01:36



Fui em 2009 para Ams por apenas 2 dias, estava em um tour, voltarei agora em 2014 para 9 dias só lá, lugar divino, pessoas educadas e prestativas, diversão liberada! Havia boatos que iam fechar o Red Light District, mas bom saber que continua a todo vapor!

Feito por Andrey — 19 de novembro de 2013 @ 17:35



Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

twitter

Me on Google+