Dicas e Turismo

Piazza San Marco e outros

Em um dia apenas, é possível ver a cidade de Veneza e seus principais pontos turísticos.

Não tem como errar o caminho, pois ao sair da estação de trem Santa Lucia, existe uma espécie de sinalização nas paredes das casas em cada “esquina” motrando o caminho para a Ponte Rialto e Piazza San Marco.

- Piazza San Marco:

É a única praça de Veneza, em quanto todos os outros espaços urbanos em forma de praça, recebem o nome de “campi”. É considerada o coração da cidade, o símbolo do estado Veneziano.

- Basilica di San Marco:

É a igreja mais famosa da capital do Vêneto e localizada no centro da Piazza di San Marco. É o mais notório exemplo de arquitetura bizantina na Itália. É a sede do patriarca de Veneza e contém as vestes de San Marco Evangelista.

A igreja é toda colorida de ouro e revestida com mosaicos que contam a história de Veneza, junto a maravilhosos auto relevos que ilustram os meses do ano. Acima da porta principal, o quatro cavalos de bronze de Constantinopla (cópia dos originais que encontram-se no museo de San Marco) que relembram a quarta cruzada de 1204. Sua parte interna é revestida de mosaicos com fundo de ouro che mostram passagens bíblicas e alegóricas. O ingresso à basilica é gratuito, mas recomenda-se uma vestimenta com as costas e pernas cobertas.

- Palazzo Ducale:

Localizado ao lado da Basilica di San Marco interligadas pela Porta della Carta, obra de Bartolomeo Bon. Construído no século XV, é considerado a antiga sede dos doges e do magistrado de Veneza. Atualmente é a sede do Museo Cívico do Palazzo Ducale. Sua fachada é feita em estilo gótico-veneziano feito em mármore.
Consulte aqui valores dos bilhetes.

- Ponte dos Suspiros:

Construída no início do século XVII em estilo barroco. Situa-se próximo a Piazza di San Marco e liga o Palazzo Ducale à Prigioni Nove. A ponte servia de passagem dos prisioneiros à Inquisição do Estado para julgamento. Esse nome foi atribuído a essa ponte porque conta a lenda que os prisioneiros que a atravessavam suspiravam diante do mundo externo pela última vez. Ainda que essa lenda não possua muito fundamento, porque a vista a partir da ponte é quase nenhuma. Seria uma lenda mais simbólica. Existem algumas cópias dessa ponte em Cambrige e Oxford na Inglaterra por exemplo.

- Campanile di San Marco:

Construído em 1173 como farol para os navegantes, foi restaurado por Bartolomeo Bon no século XV. E após seu desmoronamento, veio completamente construído em 1902. Possui a fachada em mármore vermelho de Verona e auto relevos que ilustram alegorias da República do Leão.

- Torre dell’Orologio (Torre do Relógio):

Situada também na Piazza di San Marco, a torre simboliza a sede dos poderes político e religioso. A Torre do Relógio, construída no final do século 15, exibe as fases da lua e os signos do zodíaco, representados em dourado e azul no grande relógio. Uma lenda conta que depois que os inventores do relógio terminaram a obra tiveram seus olhos arrancados para que não pudessem repetir esse projeto. No alto está a figura do leão alado de San Marco, símbolo da cidade de Veneza.

- Ponte Rialto:

Você vai passar por ela antes de chegar à Piazza San Marco. Ela atravessa o Grande Canal e foi a primeira ponte em pedra construída na cidade. Lá você encontrará uma grande atividade comercial, ou seja, ótima oportunidade para comprar souvenirs. A sua parte externa oferece uma vista maravilhosa do Grande Canal.

- Grande Canal:

É a principal via d’água de Veneza que atravessa toda a cidade. Para aqueles que não querem gastar muito dinheiro para andar de gôndola (80€ – 30min), vale a pena dar uma voltinha de traghetto pelo Canal Grande. A vantagem é que você pagará bem menos e a desvantagem é que você não estará sozinho com seu acompanhante.

- Galleria dell’Academia:

Um museo que abriga obras importantes de Veneza. Consulte aqui horários de visita e valores de ingresso.

- Escola Grande de San Rocco:

Abriga também pinturas importantes. Consulte aqui horário e valores de ingresso.

Festas em Veneza

La Sensa:

Acontece todo ano no mês de maio e comemora-se de forma modesta as vitórias de Veneza ao longo dos séculos.

Carnaval:

Uma antiga festa que antes tinha a duração de 6 semanas. No final do séc. XVIII, foi abolido por Napoleão e retornou no ano de 1979. Atualmente tem a duração de 12 dias e definitivamente é uma festa que atrai muitos turistas.

Regata Histórica:

Uma competição feita nas águas de Veneza entre os gondoleiros.

Festa do Redentor:

Celebrada no 3º domingo de julho.

Curiosidade

Os “Sestieri”

Esse é o nome dado aos bairros de Veneza. Estes, recebem esse nome, porque de fato a cidade é formada por apenas 6 deles: San Marco, Castello, Cannaregio, Santa Croce, San Polo e Dorsoduro.

As Gôndolas

A gôndola é a única embarcação no mundo com 11 metros de comprimento e 600Kg de peso que pode ser manobrada de forma fácil e suave por uma só pessoa e com um só remo. É uma embarcação assimétrica, seu lado esquerdo é mais largo que o lado direito cerca de 24cm e por isso navega sempre de forma inclinada. É necessário 8 tipos de madeira para construir uma gôndola.

A parte frontal da gôndola feita de ferro, tem o formato da letra “S” para simular o percurso do Grande Canal, as seis pontas de ferro representam os seis sestieri nos quais Veneza é dividida e o ferro oposto, abaixo do Corno Ducale representa a Ponte Rialto.

passagem Veja aqui vôos para Veneza.

hotel Veja aqui hotéis em Veneza.


2 Comentarios

e tdo mto interessante!! gostaria mto de conhecer Veneza.

Feito por jay — 20 de junho de 2008 @ 06:10



Estou indo à Veneza.Gostei das sugestões.

Feito por Mercedes — 29 de novembro de 2008 @ 19:57



Feed RSS para comentários sobre este post.

Comente aqui

twitter

Me on Google+