Dicas e Turismo

Onde ficar em Madrid

Post feito em parceria com Hotel Mediodia

Estivemos na cidade de Madrid em Fevereiro de 2015 para uns dias de férias que incluíam outras cidades da Espanha e também o Marrocos. Já tínhamos conhecido a cidade antes em ocasião de uma longa conexão de 8 horas no aeroporto de Barajas, que nos permitiu fazer um passeio rápido por alguns pontos da cidade. Ainda em meu caso, estive uma vez a mais em Madrid, aos 16 anos, por dois dias.

Dessa vez, o plano era de passar dois dias inteiros na cidade, quase três. Pois o nosso vôo de Madri para Marrakech decolria às 21:30h de Barajas.

A cidade de Madri possui muitas opções de hospedagens. Desde os mais caros hotéis 5 estrelas até hostels ou hostals bem arrumadinhos e baratos. Muitos bairros da cidade usufruem de boa oferta hoteleira e também de estrutura de transporte.

Madri possui uma boa rede de metrô para o turista se locomover. Nós sempre optamos por ficar hospedados próximo a uma delas, onde quer que estejamos, pois isso facilita muito a locomoção e diminui o tempo de carregar as malas pelas ruas.

A cidade de Madri tem seu território dividido em 21 distritos, que por sua vez, se subdividem em bairros. Veja quais são eles, abaixo:

mapa 1

1. Centro: Palacio, Embajadores, Cortes, Justicia, Universidad, Sol
2. Arganzuela: Paseo Imperial, Acacias, Chopera, Legazpi, Delicias, Palos de Moguer, Atocha
3. Retiro: Pacífico, Adelfas, Estrella, Ibiza, Jerónimos, Niño Jesús
4. Salamanca: Recoletos, Goya, Fuente del Berro, Guindalera, Lista, Castellana
5. Chamartín: El Viso, Prosperidad, Ciudad Jardn, Hispanoamérica, Nueva España, Pza. Castilla
6. Tetuán: Bellas Vistas, Cuatro Caminos, Castillejos, Almenara, Valdeacederas, Berruguete.
7. Chamberí: Gaztambide, Arapiles, Trafalgar, Almagro, Vallehermoso, Ros Rosas
8. Fuencarral-El Pardo: El Pardo, Fuentelarreina, Peñagrande, Barrio del Pilar, La Paz, Valverde, Mirasierra, El Goloso.
9. Moncloa-Aravaca: Casa de Campo, Argelles, Ciudad Universitaria, Valdezarza, Valdemarn, El Planto, Aravaca.
10. Latina: Los Cármenes, Puerta del ngel, Lucero, Aluche, Las guilas, Campamento, Cuatro Vientos.
11. Carabanchel: Comillas, Opañel, San Isidro, Vista Alegre, Puerta Bonita, Buenavista, Abrantes.
12. Usera: Orcasitas, Orcasur, San Fermn, Almendrales, Moscardó, Zofio, Pradolongo.
13. Puente de Vallecas: Entrevías, San Diego, Palomeras Bajas, Palomeras Sureste, Portazgo, Numancia.
14. Moratalaz: Pavones, Horcajo, Marroquina, Media Legua, Fontarrón, Vinateros.
15. Ciudad Lineal: Ventas, Pueblo Nuevo, Quintana, La Concepción, San Pascual, San Juan Bautista, Colina, Atalaya, Costillares
16. Hortaleza: Palomas, Valdefuentes, Canillas, Pinar del Rey, Apóstol Santiago, Piovera
17. Villaverde: San Andrés, San Cristóbal, Butarque, Los Rosales, Los Ángeles
18. Villa de Vallecas: Casco Histórico de Vallecas, Santa Eugenia
19. Vicálvaro: Casco Histórico de Vicálvaro, Ambroz
20. San Blas: Simancas, Hellín, Amposta, Arcos, Rosas, Rejas, Canillejas, Salvador
21. Barajas: Alameda de Osuna, Aeropuerto, Casco Histórico de Barajas, Timón, Corralejos

Os bairros que você deve procurar para se hospedar, e isso você verá como sugestão pela internet, são aqueles mais centrais como as zonas de Atocha, Huertas, Lavapiés e Puerta del Sol. Esses bairros fazem parte do distrito do centro de Madrid, chamado também de Cidade Velha.

mapa 2

Grande parte dos atrativos encontram-se nessa região ou então muito próximos a ela. O que pode estar mais distante são os outlets. Provavelmente fora, inclusive, da região metropolitana de Madrid.

A região de Puerta del Sol é uma das mais cobiçadas, principalmente pelo público mais jovem por conta da movimentação e agito dessa região. Aqui encontrará bares e restaurantes, Corte Inglés, casas de câmbio, lojas de todas as naturezas, muitos hotéis e estará bem próximo a Plaza Mayor.

Nos roteiros turísticos, muitas vezes, esse é o ponte de partida para explorar a cidade madrilenha, sendo considerado ainda o centro absoluto da cidade.

A região de Huertas, chamada também de bairro literário ou bairro das letras, que está localizada entre as zonas Sol e Atocha, também é uma boa opção de hospedagem.

O bairro recebeu o nome de literário pois ali viveram importantes escritores como Miguel de Cervantes e Quevedo. Sua principal rua é a Calle Huertas e a principal praça, Plaza de Santa Ana. Até hoje conserva por suas ruas os ares de animação e boemia dessa área.

Esse bairro possui uma importante vida noturna, com restaurantes, bares de tapas e cafés com ares mais culturais, galerias de arte e grande oferta de hotéis.

Assim como Huertas, Lavapiés, logo ao lado e conhecido oficialmente como Barrio Embajadores, é um dos mais antigos bairros de Madrid, que conserva ainda hoje o tradicional jeito de ser madrilenho, apesar de sua multiculturalidade. Em um dado momento de sua existência era constituído em sua maioria por judeus. Atualmente tem a característica de ser um bairro que abriga muitos imigrantes e sua principal área é a Plaza de Lavapíes, assim como a Calle Argumosa onde estão os restaurantes e bares de tapas. Essa é uma das zonas de diversão de Madrid. E por conta de sua oferta de hotéis e localização central, é também muito procurada por turistas.

Finalmente, vamos falar de outra boa zona para você ficar hospedado em Madrid. A deixamos por último pois foi lá que ficamos também.

Estou falando da região de Atocha, onde encontra-se a importante e principal estação de trem de Madrid, que leva o mesmo nome. Ela também faz parte do distrito central da cidade.

Ficamos hospedados no Hotel Mediodia. Um belíssima construção como aqueles clássicos hotéis localizados ao redor das principais praças das capitais européias. Ele encontra-se praticamente em frente a estação de Atocha, bastando apenas atravessar a rua. E a pouquíssimos passos do Museu do Prado, Parque do Retiro e atrás dele está o Museu da Reyna Sofia.

Onde ficar em Madrid - 1

Além disso, no mesmo quarteirão ou bem próximo, você encontra uma grande variedade de restaurantes, desde fast foods como McDonald’s e Burger King a restaurantes que servem bons pratos de paellas, bocadillos de tortilla, alguns bares de tapas entre outros.

O Hotel Mediodia oferece quartos individuais, duplos, triplos e quádruplos. Possui em cada um deles canais de tv a cabo, frigobar e acesso a internet wi-fi (muito importante). A recepção funciona 24 horas.

Onde ficar em Madrid - 2

É classificado como um hotel 2 estrelas, acredito que pela falta de estrutura de lazer, pois em relação à qualidade dos quartos (decoração, lençóis, itens de banho, piso, pintura) e a qualidade do atendimento, acho que daria estrelas a mais para ele.

O café da manhã é servido no primeiro andar e é composto de pães, frutas, frios, iogurtes, geléias, sucos e café.

Onde ficar em Madrid - 11

Adoramos realmente a qualidade do quarto. Tudo muito novo e bem cuidado. Uma linda vista da janela para a estação de Atocha e sempre que precisávamos de algo, qualquer funcionário que estava na recepção nos atendia muito bem e com um largo sorriso no rosto.

O preço do hotel é também acessível e você deve considerar que aqui estará próximo a meios de transporte que podem te levar inclusive até o aeroporto além da oferta de alimentos e bebidas que terá por lá e o fato de poder chegar a pé até alguns dos principais atrativos de Madri.

Nossa estadia no Hotel Mediodia foi fantástica e facilitou o nosso deslocamento pela cidade. Essa é portanto a nossa sugestão de hotel para você ficar em Madrid quando for conhecer essa fascinante cidade.

Links externos

Hotel Mediodia


Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

twitter

Me on Google+