Dicas e Turismo

Museus grátis na França 2008

No dia primeiro de agosto de 2007, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, fez uma citação definindo como sua missão e do Ministério da Cultura, a acessibilidade às obras capitais da humanidade e o patrimônio cultural do país.

Algo parecido com isso já aconteceu na Grã-Bretanha nos anos 90 pelo governo Tony Blair.

Com isso, a ministra da cultura em parceria com a Direção dos Museus da França, desenvolveram um projeto experimental válido até o fim do primeiro semestre de 2008.

O projeto consiste em tornar gratuito o ingresso às obras permanentes de alguns museus da França, e para outros museus, a entrada gratuita será válida apenas para pessoas com menos de 26 anos, uma noite por semana.

O objetivo principal é de atrair a população local para os museus, mas de uma forma ou de outra, os estrangeiros também serão beneficiados. E o prejuízo de 320 milhões de dólares, de ingressos que não serão vendidos nesse período, será compensado pelos cofres públicos e doadores particulares.

Confira a relação de museus participantes:

Museu Guimet (Paris)
Museu Cluny (Paris)
Museu des Arts et métiers (Paris)
Museu das Antiguidades Nacionais (Saint-Germain-en-Laye)
Museu Nacional da Renascença (Ecouen)
Museu do Ar (Bourget)
Museu da Marinha (Toulon)
Museu Adrien-Dubouché (Limoges)
Museu Magnin (Dijon)
Palácio Jacques-Coeur (Bourges)
Palais du Tau (Reims)
Château d’Oiron (Oiron)
Museu Nacional do Château de Pau (Pau)
Château de Pierrefonds (Pierrefonds)

O Museu do Louvre, Pompidou, d´Orsay e Quai Branly participarão com a entrada gratuita, uma vez por semana, para jovens de 18 a 25 anos visitarem suas coleções permanentes.

passagem Veja aqui vôos para Paris.

hotel Veja aqui hotéis em Paris.


Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

twitter

Me on Google+