Dicas e Turismo

Montmatre e Basílica do Sacré Coeur

A zona de Montmartre e seu arredor é sem dúvida uma das mais contrastantes zonas de Paris: você encontra uma multidão formada por fiéis que visitam e frequentam a Igreja do Sacré Coeur, clientes de bares e de sex shops da periferia de Moulin de la Galette, e um cenário de belos terraços na Place des Abbesses.

Você encontrará também ruas e praças tranquilas, pequenos e encantadores museus e um punhado de teatros.

A colina de Montmartre, cujo nome significa “monte dos mártires”, encontra-se ao norte de Paris a 129m acima do nível do mar, onde está localizada a colossal Basílica du Sacré Coeur.

Ainda que seja a Catedral de Notre Dame a ostentar o título oficial de maior monumento religioso de Paris, a Sacré Coeur pode surpreender pela sua belaza e por ser um dos melhores pontos a oferecer uma acurada visão panorâmica da cidade.

O acesso até a igreja pode ser feito por escadas ou se preferir, de funicular. Um outro jeito é subir pela parte de trás da colina, por suas ruas curvas e mais inclinadas.

funiculare-sacrecoeur

A colina recebeu esse nome por ter sido o lugar do martírio de Saint Denis, o primeiro bispo de Paris (século III) e seus companheiros. Foi lá que a Companhia de Jesus (Jesuítas) em 1534 foi fundada por Santo Inácio de Loyola, São François Xavier e seus companheiros.

Sua construção iniciou-se por volta de 1875.

Alguns dizem que essa iniciativa surgiu como uma tentativa de pedir perdão a Deus pelas faltas cometidas, visto que a França vivia um período difícil como a guerra contra Alemanha e a relação desgastada entre o Vaticano e os franceses, e atribuaia estes a um castigo de Deus. Outros dizem que sua construção foi uma forma de pagamento da promessa feita por Alexandre Legentil e Hubert Rohault de Fleury, caso a França sobrevivesse as investidas do exército alemão.

À partir de 1919, foi consagrada Basílica e desde então um local sagrado de peregrinagem.

Atualmente, a basílica é um dos monumentos mais visitados de Paris.

Possui um formato de cruz grega, formada por 4 cúpulas incluindo a central, cuja altura possui 80m. No campanário, possui um sino de 3m de diâmetro com mais de 26 toneladas.

A basílica segue as diretrizes da arquitetura romana e bizantina e ifluenciou outros edifícios religiosos do século XX.

Onde

Rue du Chevalier de la Barre, 35
75018, Paris, França

Como chegar

De metrô

- Desça na estação Jules Joffrin, pegue o Montmartrobus (parada “place du Tertre”).
- Desça na estação Pigalle, pegue o Montmartrobus (parada “Norvins”).
- Desça nas estações Anvers ou Abbesses e depois pegue o Funiculare.

De ônibus

Linhas 30, 31, 80 e 85 (desça nos pés da colina).

Para portadores de necessidades especiais, existe um elevador Rue du Chevalier de la Barre, 35.

Funcionamento

A basílica está aberta todos os dias das 6h às 10:30h (para visitas, a última entrada será às 10:15h).

Você pode subir até a cúpula para ter uma visão fanstástica de Paris das 9h às 19h (18h no inverno). Também é possível visitar a cripta (os horários de funcionamento podem variar).

A loja da basílica está aberta todos os dias, exceto segunda-feira das 9:15h às 17:45h.

Visitei a basílica durante uma missa, é possível entrar na igreja e caminhar por ela tranquilamente, única coisa é que deve fazer silêncio e não tirar fotos.

Veja horários atualizados no site oficial da Basílica do Sacré Coeur.

DICA

Esse é o tipo do bairro onde você tem que passear a pé mesmo. Pegue o metrô apenas para chegar até ele ou quando for embora. E o resto do percurso tente fazer caminhando, só assim você vai entender o que é sair de um lugar sagrado e derepente se deparar com um cenário mais promíscuo, mas não por isso vulgar e não recomendável para visitação, que é a zona do Moulin Rouge e seus sex shops.

Depois de visitar a Sacré Coeur, aproveite o visual da cidade de Paris que se tem à partir do terraço lá no alto. Depois, desça as escadarias em direção a rua Place Saint-Pierre, pare na metade do caminho, volte-se para trás e tenha uma formidável vista da igreja.

Aí então, termine as escadas e quando cruzar os portões e atravessar a rua, entre na Rue de Steinkerque, e logo a sua esquerda, aproveite para experimentar um delicioso e quentinho crepe francês. Lá encontrará também diversas lojas de souvenirs.

paris-montmartre

De uma passada também na “I love you wall”, considerada já uma atração turística. É uma parede onde está escrito “eu te amo” em todas as línguas. A parede está localizada na Place des Abbesses. Desça na estação de metrô Abbesses. A entrada é gratuita.

parede-euteamo

Contato

www.sacre-coeur-montmartre.com
basilique@sacre-coeur-montmartre.com
Tel.: +33 1 53 41 89 00
Tel.: +33 1 53 41 89 09

Links externos

www.sacre-coeur-montmartre.com

Dê uma olhada no post Metrô em Paris, vai te ajudar à chegar até lá. Ou então no post Como chegar ao seu hotel em Paris.

passagem Veja aqui vôos para Paris.

hotel Veja aqui hotéis em Paris.


9 Comentarios

Poxa, já estive em Paris várias vezes e nunca tinha lido sobre o ‘I love you wall’…#Peninha
Ainda bem que agora tenho um motivo para voltar…
Parabéns pelo blog!!!

Feito por Fabricia — 1 de maio de 2013 @ 16:43



Não fique chateada, Fabricia. Eu também já estive por lá umas 2 vezes e só soube dessa parede através de uma amiga que passou a lua de mel por lá. Aproveitei para deixar aqui como dica para quem, assim como eu e você, não sabia da existência, rs.

Abraços

Daniella Mendes

Feito por admin — 4 de maio de 2013 @ 15:10



Estive em Paris e não conheci a Basíica do Sacré Coeur, mais um motivo para voltar nessa cidade maravilhosa e mágica.

Feito por Telma Regina Nunes — 11 de agosto de 2013 @ 20:53



Fui na Sacre Coeur em abril! O lugar é simplesmente LINDO! Pena que não sabia da existência do “I LOVE YOU WALL”…

Feito por Flávio — 31 de agosto de 2013 @ 14:15



Cuidado com os grupos de trambiqueiros que ficam nas escadarias, eles ficam intimidando as pessoas.

Feito por fabio — 2 de outubro de 2013 @ 12:33



Estivemos lá hoje pela manha e nem chegamos a subir a escadaria….um grupo de mais ou menos 15 rapazes fez um arrastão enquanto corremos para a lojinhas de souvenirs ao pé da igreja.. Foi horrível! Nao volto e nao recomendo! Tem muito lugar bonito em Paris, lá eh totalmente dispensável e inseguro. Muito cuidado!

Feito por diana — 15 de novembro de 2013 @ 23:23



Olá Diana, tudo bem? Experiência horrível essa, hein? E acho importante compartilhar.
Mas também acredito ser importante dizer que outras pessoas já fizeram essa visita, provavelmente em datas próximas e não tiveram esse tipo de experiência. De qualquer forma, tenho uma amiga que vive em Paris. Vou perguntar a ela como as coisas estão por lá e volto aqui para contar a vocês. Pode ser que esse seja apenas um caso isolado.
De qualquer forma, obrigada por compartilhar conosco.
Abraços

Feito por admin — 20 de novembro de 2013 @ 23:34



Despois que visitei a Sacré Coeur eu acabei parando em um pub irlandês fantástico naquelas redondezas. Pena que não me lembro do caminho que fiz. Depois de uma vista inspiradora e uma paz sem igual que experimentei na Sacré Coeur, terminar o dia com uma Guinness foi simplesmente inesquecível.
Abraços.

Feito por Johnnie Lustoza — 15 de janeiro de 2014 @ 13:52



TIVE A OPORTUNIDADE DE CONHECER PARIS, FIQUEI HOSPEDADA NESTE BAIRRO QUE É SIMPLES E MUITO TRANQUILO, TEM ALGUNS RESTAURANTES, LANCHONETES E ATÉ O MCDONALD’S PRA QUEM GOSTA E NÃO QUER GASTAR MUITO. SEM CONTAR AS LOJINHAS DE SOUVENIRS QUE TEM ÓTIMOS PREÇOS. MINHA PRIMEIRA VISITA FOI NA BASÍLICA DE SACRÉ MUITO BONITA, PODE TIRAR FOTO SEM O FLASH. MINHA PASSAGEM PELA EUROPA FOI INESQUECÍVEL.

Feito por ANA — 30 de março de 2014 @ 18:25



Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

twitter

Me on Google+