Dicas e Turismo

Conheça a cidade de Moscou, Rússia.

Com uma população de mais de 10 milhões de habitantes, a cidade de Moscou, além de ser capital da Rússia, é considerada também a maior metrópole da Europa e está entre as maiores do mundo.

A Rússia, apesar de ser um país do continente europeu, não faz parte da União Européia, haja vista o fato de possuir uma moeda própria.

Existem coisas que sempre vem a cabeça quando falamos em Moscou ou na Rússia de uma forma geral, como: política, frio e vodka.

Dizem que aqui você vai experimentar a melhor vodka do mundo e isso vai ajudar você a suportar todo aquele frio também.

Como chegar

Existem algumas opções de aeroportos para chegar em Moscou como Sheremetievo airport e o Domodedovo airport.

Você poderá chegar ao centro da cidade utilizando os trens expressos, ônibus ou taxis.

Clima

O frio que vem a sua mente não é um simples esteriótipo. Ele existe de verdade. As temperaturas na cidade variam de -3ºC à -10ºC no inverno (ocorrências já registraram -30ºC) e no verão de 18ºC à 22ºC.

Moeda

A Rússia possui moeda própria, chamada de Rublo Russo. Veja o câmbio aqui.

Você pode trocar dinheiro nos aeroportos ou na cidade. No Sheremetievo airport por exemplo você encontrará um posto da Travelex, no primeiro andar.

E no Domodedovo, encontará o Getin Bank, Citibank, Masterbank e outros.

Geralmente as taxas de câmbio nos aeroportos são mais desvantajosas do que na cidade. Uma dica é trocar o suficiente para seu transporte até o hotel e para comer alguma coisa e depois procurar uma casa de câmbio na cidade. Dizem que existem muitas delas nas estações de metrô.

Como se locomover

O metrô é o meio de transporte mais utilizado. Você tem opções de tarifas para 1 viagem, 10 viagens ou mais com os cartões especiais para turista.

O bilhete não é caro. Custa cerca de 0,70 centavos de euro. E as estações funcionam aproximadamente das 6h à 1h da manhã.

Existe inclusive um museu em uma das estações falando sobre a construção do mesmo e sua ocupação durante os períodos de guerra.

Praticamente todos os pontos turísticos tem uma estação de metrô por perto. Dêem uma olhada no site oficial do metrô de Moscou.

Confira aqui o mapa interativo do metrô.

O que ver

As principais atrações da cidade são:

Kremlin
Kremlin – www.kreml.ru/en

Residência oficial do presidente da Rússia e uma espécie de complexo de galerias, museus e até catedrais com peças que retratam a história da cidade e do país.

Praça Vermelha
Praça Vermelha

Além de cartão postal da cidade a praça abriga o Mausoléu de Lênin, Basílica de São Basílio e o Kremlin.

Mausoleu de Lenin
Mausoléu de Lênin – www.lenin.ru

Aqui encontra-se o corpo embalsamado de Lênin, criador da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, desde 1924.

Bolshoi
Teatro do Ballet Bolshoi – www.bolshoi.ru/en

Esse é o teatro sede do maior e mais prestigiado corpo de ballet do mundo. Dizem que ver uma ópera ou uma apresentenção do corpo de baile é ainda uma das coisas mais românticas a se fazer na cidade.

Galeria Tretyakov
Galeria Tretyakov – www.tretyakovgallery.ru/en

Museu que exibe um grande acervo e ícones da arte Russa. Desde o século XI até o século XX.

Complexo Pushkin
Complexo Pushkin de Belas Artes – www.museum.ru/gmii/defengl.htm

Seu acervo está dividido em 6 prédios que fazem parte desse complexo de museus. É o maior museu de Moscou dedicado a arte européia. Para quem já visitou, dizem que se parece muito com o British Museum
de Londres.

Os 4 prédios que se encontram na Volkhonka st. são: o prédio principal, Galeria, Museu de Artes Particulares e o Centro Educacional “Museion”.

Gorky Park
Gorky Park ou Maxim Gorky

Criado em 1928 à partir da junção dos jardins do Hospital Golitsyn e do Palácio Neskuchny com uma área total de 300 acres. Encontra-se à margem do Rio Moskva.

Além de parques, feiras e áreas para caminhada, existe uma enorme roda gigante.

Sete irmãs
Sete Irmas ou Stalin’s Seven Sister’s Skyscrapers

Um complexo de 7 prédios que pode ser visto praticamente de qualquer parte da cidade. Foram construídos a pedido de Stalin para a comemoração dos 80 anos do regime comunista.

Atualmente, cada um deles possui uma ocupação diferente como hotel, universidade, residência e outros.

Rua Arbat
Ulitsa Arbat (Rua Arbat)

Uma das mais antigas e famosas ruas de Moscou. Aqui você poderá comprar muitas lembrancinhas da cidade.

Originalmente ocupada por comerciantes orientais, hoje abriga uma grande comunidade artística e cafés bem frenquentados ao longo da rua.

Aqui você encontra também a casa onde viveu Pushkin com sua esposa e hoje foi transformada em um museu.

Há quem diga que essa rua é muito cara e que preferem fazer compras no Izmailovsky Market.

Monastério Danilov
Monastério de Danilov – www.msdm.ru

O primeiro monastério fundado na cidade de Moscou em 1282 e funcionava como defesa da cidade exetrior. Já serviu como fábrica e centro de detenção durante o período soviético. Atualmente reflete o papel da
Igreja moderna na Rússia e funciona como local de peregrinação em dias santos.

Cristo Salvador
Catedral de Cristo Salvador – www.xxc.ru

Recontruída em 1994 de acordo com seu projeto original, oferece hoje uma excelente vista da cidade de Moscou a 40m de altura. Uma catedral muito bonita com suas torres douradas e interior majestoso.

O que comer

A vodka é um aperitivo padrão nos restaurantes que oferecem pratos variados devido à mistura de etinias encontradas no vasto território russo.

Mas eles são bem fãs de chás também, herança da ocupação dos mongóis, que geralmente são acompanhados de pastéis ou blinis (pequenas panquecas feitas com fermento fresco geralmente usados para servir caviar, depois de besuntados com creme de leite fresco).

Outro prato importante é o Borche (ou borscht ou borshtch) que é uma sopa feita à base de beterraba e creme de leite. Pode ser servida quente ou fria.

O caviar ou o ikroy também são típicos da região devido a sua existência em abundância no Mar Cáspio. E consequêntemente os peixes de rio também.

Batatas recheadas (Kartoshka) também são bem consumidas. É uma opção mais barata e é vendida muitas vezes em barraquinhas ao redor dos pontos turísticos.

Uma restaurante bem recomendado por seu serviço, preço e qualidade é o restaurante Mu-Mu. Existe aproximadamente 6 deles em Moscou.

DICA

Uma boa dicas é um passeio de barco pelo Rio Moskva com duração de aproximandamente 1:30h e sai de vários pontos das margens do Rio Moskva. Os piers mais populares são aqueles próximos a Catedral
Cristo Salvador, Luzhniki ou Hotel Ukraine. Mas aparentemente os passeios acontecem entre os meses de maio e outubro.

Não deixe também de comprar uma bonequinha Matrioshka ou ver os famosos Ovos de Fabergé. Mais pra frente escrevo um post contando a história sobre eles.

Ovos Fabergé

Links externos

www.moscow.info
www.moscow-life.com
www.russia-travel.com


3 Comentarios

Dicas de moscou

Feito por Rosana — 28 de abril de 2013 @ 22:47



Muito bom o post! Muitos dos meus amigos disseram que visitar Moscou era complicado por causa do idioma. Poucas pessoas falam inglês para poder ajudar, durante o inverno é ainda mais dificil por ter ruas vazias. Alguma recomendação??

Feito por Aline — 16 de outubro de 2013 @ 01:04



Olá Aline, esse post foi criado com uma pesquisa que fiz para ajudar amigos que precisavam de informações para visitar o destino. E quando retornaram não me passaram a informação de que foi uma viagem difícil. O frio é realmente um fator não muito agradável. Mas eles conseguiram se virar por lá. Abraços

Feito por admin — 26 de outubro de 2013 @ 12:42



Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Comente aqui

hoteis-booking





pesquise hotéis

pesquise passagens

videos

onde fica

    veja também

  1. A história das bonecas Matrioshkas
  2. Aeroportos de Londres
  3. Aeroporto de Nova York JFK
  4. Conheça a cidade de Miami
  5. Sala de Âmbar

twitter

Me on Google+